Opinião: Susana Vieira, a Última Vítima

Ricos e famosos vendem jornais e revistas. Basta dar uma olhada nas bancas para constatar quantos veículos se dedicam a noticiar, especular, fofocar e tripudiar sobre a vida de celebridades.

Frei Betto, especial para o Último Segundo |

Ocorre que jornalismo tem... ou melhor, deveria ter ética. Um mínimo de respeito às pessoas e, também, às regras do bom exercício da profissão.

Por que a foto de Susana Vieira, a atriz global, ocupa capas de revistas desta semana? Ela cometeu algum crime? Um roubo? Foi sequestrada? Estreou numa novela ou filme? Ganhou milhões na loteria?

Nada disso, sabemos todos. Mas é culpada de ter sido esposa do ex-PM Marcelo Silva que, segundo depoimento da namorada Fernanda Cunha, morreu de overdose e alucinação após cheirar cocaína.

Anderson Borde/Ag. News
Susana Vieira e Marcelo Silva
Marcelo Silva e Susana Vieira

O que o sentimento de Susana por Marcelo tem a ver com a morte dele é uma equação que somente os editores de sensacionalismo barato podem explicar. Tem ela alguma culpa por ter namorado um rapaz mais jovem que sofria de dependência química? O que sabemos do esforço dela e, quem sabe, de Fernanda Cunha, a atual namorada, para tentar livrar Marcelo da droga?

Marcelo Silva também não era culpado de nada. Era um dependente que, como todos, merecia compaixão e tratamento. Culpados são os policiais-traficantes que venderam droga a ele. Estes, sim, deveriam ser severamente punidos.

Susana Vieira é apenas a última vítima desta parcela da mídia que manda os escrúpulos às favas e invade a privacidade de uma talentosa atriz numa forçada de barra que faz o ex-namorado morto retroceder à namorada famosa como se embrulha uma mercadoria comum no mais refinado papel de presente.

Quem será a próxima vítima?

( Frei Betto é escritor, autor de A mosca azul (Rocco), entre outros livros) 

    Leia tudo sobre: frei bettomarcelo silvasusana vieira

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG