Operadoras são chamadas para discutir violação de sigilo

Com o intuito de coibir a violação do sigilo telefônico de consumidores, os presidentes das seis principais operadoras de telefonia do País - Telefônica, Vivo, TIM, Claro, Embratel e Oi - foram convocados para reunião com o secretário da Justiça e da Defesa da Cidadania de São Paulo, Luiz Antonio Marrey, e o diretor-executivo da Fundação Procon-SP, Roberto Pfeiffer. O encontro está marcado para ocorrer na próxima quarta-feira, 14, na sede da entidade de defesa do consumidor.

Agência Estado |

Em nota, o Procon-SP explica que a convocação decorre de apuração policial que, recentemente, constatou infrações do gênero cometidas por policiais, detetives particulares, funcionários de bancos e empregados de empresas de telefonia. A violação do sigilo telefônico afronta direitos fundamentais assegurados no artigo 5º, da Constituição Federal, e no artigo 6º, do Código de Defesa do Consumidor. Na hipótese de o principal executivo das operadoras não comparecer à reunião, poderá ser representado por diretor com poderes para discutir o tema.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG