Operações da Polícia Federal prendem 54 suspeitos de tráfico de drogas

RIO DE JANEIRO - Mais de cinquenta pessoas já foram presas na manhã desta quarta-feira durante as duas operações da Polícia Federal desencadeadas com o objetivo de prender mais de 70 integrantes de duas quadrilhas especializadas em tráfico de drogas sintéticas. Apesar da assessoria de imprensa que Polícia Federal confirmar 54 presos, o delelgado titular da Delegacia de Repressão a Entorpecentes, Víctor César Carvalho dos Santos, confirmou a prisão de 51 pessoas.

Redação |

Mais de 200 policiais do Rio de Janeiro, num total de 300 policiais federais, participam das operações denominadas Nocaute e Trilha Albis.

Segundo informações da Polícia, a maioria dos mandados de prisão está no Rio de Janeiro, mas outros mandados são cumpridos nos Estados de Santa Catarina, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Bahia, Minas Gerais, Paraná e Pernambuco.

Até o momento, na operação Nocaute, 28 foram presos no Rio e quatro no resto do País. Já na Trilha Albis, foram 22 prisões no Brasil inteiro, de acordo com a PF.

Escutas

O traficante Henrique Dorneles Forni, conhecido como Greg, foi preso na Superintendência da Policia Federal do Rio de Janeiro. Ele é um dos alvos da operação Nocaute.

Greg é considerado um dos principais fornecedores da classe média da zona sul carioca, atendendo inclusive jornalistas e artistas de televisão, que caíram no grampo da Policia Federal, autorizado judicialmente e que, por serem apenas usuários, não serão alvos dos policiais.

O traficante reside em uma cobertura em um prédio de classe alta. Embora o tenha visto entrando no prédio na noite desta terça-feira, a PF não o encontrou em sua casa nesta manhã. Foi pedido reforço: o edifício foi cercado e fechado, e nenhum carro saía sem ser revistado, até que o alvo dos policiais foi encontrado em uma outra cobertura. Ele chegou no outro apartamento pulando da sua cobertura para a do lado e em seguida para essa terceira cobertura, onde foi localizado pelos agentes.

Operação do Bope

Também na manhã desta quarta-feira, uma operação de policiais dos batalhões de Choque e de Operações Policiais Especiais (Bope) deixou três mortos na Favela da Mangueirinha, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, segundo a Polícia Militar.

Na ação, foram apreendidas duas pistolas e uma granada. Não há informação sobre presos ou feridos, segundo a PM.

Leia também:

Leia mais sobre: tráfico de drogas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG