Operação Vorax encontra R$ 7 mi em casa em Coari-AM

Agentes da Polícia Federal (PF) que atuaram na Operação Vorax - investigação que desbaratou uma quadrilha especializada em fraudar licitações em Coari (AM) - encontraram no forro de uma casa abandonada, na cidade, aproximadamente, R$ 7 milhões (R$ 6.890,720).

Agência Estado |

Ainda não se sabe a origem do dinheiro. A PF chegou à quantia ao cumprir mandados de busca e apreensão, na segunda-feira, dia em que a operação foi deflagrada em Coari, Manaus, Boa Vista e no Distrito Federal.

A residência onde a dinheirama foi encontrada é de alvenaria, tem três cômodos e fica localizada num conjunto habitacional construído pela prefeitura. Quando os agentes federais chegaram à moradia, não havia ninguém. Os quase R$ 7 milhões encontrados pela polícia estavam guardados em malas. O valores foram levados de avião para a capital amazonense. A PF pediu ajuda de uma agência da Caixa Econômica Federal (CEF), na capital, para contar a quantia. A contagem durou quase cinco horas e foi feita de forma manual, com conferência eletrônica.

De acordo com o superintendente da PF no Amazonas, delegado Sérgio Fontes, o dinheiro encontrado ficará à disposição da Justiça Federal como depósito judicial em conta bancária da CEF. Na segunda-feira, a PF prendeu secretários municipais, um empresário e parentes do prefeito de Coari, Adail Pinheiro, tido pela polícia como o "chefe" da quadrilha acusada de ter movimentado pelo menos R$ 50 milhões entre 2001 e 2008.

    Leia tudo sobre: pf

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG