Um operação iniciada nesta segunda-feira removeu quatro das 20 carcaças de carros encontradas na região do Alto do Rio Tietê, numa área conhecida como cotovelo do pantanal do rio, na divisa de São Miguel Paulista, na zona leste de São Paulo, com Guarulhos, na Grande São Paulo.

De acordo com o superintendente do Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE), Ubirajara Tannuri Felix, a operação, que conta com 10 pessoas, deve durar cerca de 10 dias.

"É uma região com muitas invasões, um lugar perigoso e de difícil acesso. Os carros podem ser frutos de roubo. É uma operação que requer cautela e precisamos agir o mais rápido possível", explicou Felix.

As carcaças foram encontradas no fim de semana, durante a expedição do flutuador, que mede o nível de oxigênio da cidade. O flutuador saiu no dia 1º de setembro de Biritiba-Mirim, na Região Metropolitana de São Paulo, e segue para Barra Bonita, a 267 quilômetros da capital.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.