PARÁ - Oito pessoas foram presas nesta segunda-feira durante uma operação na Floresta Nacional (Flona) do Trairão, no oeste do Pará, em área de exploração ilegal de madeira. O crime ambiental foi constatado na noite de domingo, quando uma equipe do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), do Instituto Chico Mendes, da Polícia Militar (PM) e da Polícia Civil chegou ao local e encontrou os suspeitos na floresta com três caminhões próprios para transporte das toras, sendo que apenas um já estava carregado com madeira da espécie Ipê.

Nas proximidades havia, ainda, toras de madeira espalhadas por vários pátios de estocagem.

Segundo o agente de fiscalização ambiental Alessandro Queiroz, além desses caminhões, havia outro no entorno da Flona Trairão que serviu para despejar madeira no ramal de acesso à floresta. "Os infratores usaram o caminhão para tentar obstruir a entrada para a floresta, com a intenção de impedir a fiscalização na área e conseqüentemente a constatação do ilícito ambiental. Estima-se que cerca de 10 mil hectares de floresta estejam danificadas por essa exploração ilegal", afirmou.

De acordo com o Ibama, a equipe também fiscalizou todos os ramais catalogados por outras equipes que percorreram, anteriormente, essas áreas e constataram outras regiões danificadas. Os responsáveis serão autuados pelas infrações.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.