RIO DE JANEIRO - Uma operação policial realizada no morro da Coréia, em Senador Camará, zona oeste do Rio de Janeiro, resultou em 10 mortes e seis prisões, segundo a Polícia Civil.

AE
Mais cedo, o Hospital Albert Schweitzer, para onde foram levadas as vítimas da operação, havia confirmado 11 mortes. O hospital informou que as vítimas ainda não foram identificadas.

O comando da Polícia Civil, responsável pela operação, que envolveu 120 homens, irá detalhar as ocorrências para a imprensa ainda hoje, mas já foi divulgado que armas foram apreendidas e suspeitos foram presos nas duas áreas.

A ação foi realizada pela Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) e teve participação de policiais de várias delegacias especializadas. 

MP investiga suposta execução na favela

As cenas de dois jovens sendo abatidos por tiros disparados de um helicóptero da polícia no confronto entre policiais e traficantes em novembro do ano passado, na mesma favela da Coréia, já motivou o Ministério Público do Rio de Janeiro a abrir investigação sobre uma suposta execução no local.

Segundo o Instituto de Segurança Pública (ISP), que colhe os dados sobre violência no estado, no primeiro semestre des 2007 a polícia fluminense matou 694 pessoas em confrontos, 174 a mais que no mesmo período de 2006, um aumento de 33,5%. No mesmo período, morreram 15 policiais em serviço.


Leia mais sobre: Rio de Janeiro

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.