Operação no Morro do Vidigal deixa dois homens mortos e uma mulher ferida

RIO DE JANEIRO ¿ Dois homens morreram e uma mulher ficou ferida durante uma operação que a Polícia Militar realizou nesta sexta-feira no Morro do Vidigal, na zona sul do Rio de Janeiro. Entre os mortos, estão um policial militar e um suposto traficante.

Redação |

De acordo com a PM, a ação teve início por volta das 5h da manhã. A incursão tinha como objetivo coibir o tráfico de drogas na comunidade. Houve um intenso tiroteio com traficantes na chegada dos policiais ao morro e, por isso, o tráfego na avenida Niemeyer ficou fechado por cerca de 20 minutos, segundo informou a CET-Rio.

AE

Policiais militares fazem buscas no Morro do Vidigal, na zona sul do Rio

O soldado Elias Silva Júnior, do 23º BPM (Leblon), foi surpreendido e baleado por traficantes na localidade conhecida como Largo do Santinho. A vítima chegou a ser levada para o Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Outro homem ainda não identificado, que segundo informações da PM seria traficante, também morreu em uma troca de tiros.

O confronto ainda deixou ferida Grigória Maria dos Reis, de 28 anos. Ela foi atingida por uma bala perdida na parte interna da perna esquerda enquanto estava na entrada do morro, em frente a uma farmácia. A vítima foi levada para o Hospital Municipal Miguel Couto, medicada e liberada.

Em virtude da operação policial, duas creches municipais localizadas no Morro do Vidigal suspenderam as atividades nesta sexta-feira. De acordo com a Secretaria Municipal de Educação, 1.400 crianças ficaram sem aula.

A PM informou que uma central clandestina de TV a cabo foi localizada e armas e drogas foram apreendidas. Participaram da ação cerca de 200 soldados do Batalhão de Polícia Florestal, do Bope, do 23º BPM (Leblon), do 2º BPM (Botafogo) e do Grupamento Aéreo-Marítimo. A Companhia de Cães ajudou na incursão.

Leia mais sobre: Morro do Vidigal

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG