RIO DE JANEIRO - Vidigal e Rocinha, favelas da zona sul do Rio, amanheceram com cerca de 1.200 homens da Brigada de Infantaria Paraquedista em suas ruas nesta quarta-feira. A ação faz parte da Operação Guanabara, que visa garantir a segurança dos eleitores destes locais contra a repressão de milicianos e traficantes. Agentes do Tribunal Regional Eleitoral também estão nas comunidades para apreender propaganda eleitoral irregular.

Acordo Ortográfico Contando com Rocinha, onde há a presença de um blindado, e Vidigal, já chegam a 12 o número de comunidades monitoradas pelos soldados do Exército e da Marinha. Anteriormente as áreas de Rio das Pedras, Gardênia Azul, Cidade de Deus, Vila do João, Nova Holanda, Vila Aliança, Taquaral, Coréia, Conjunto Esperança e Vila do Pinheiro já haviam recebido a visita dos militares.

A ocupação nas duas comunidades deverá durar até às 18h. A Operação Guanabara vai se estender até o 2º turno das eleições cariocas.

Leia mais sobre: ocupação irá até o 2ºturno

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.