Operação em favelas da zona oeste do Rio de Janeiro deixa seis mortos e três presos

RIO DE JANEIRO ¿ Pelo menos seis pessoas morreram e três foram presas na operação que a Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) da Polícia Civil realiza desde o início da manhã desta quarta-feira em quatro comunidades de Bangu e Senador Camará, na zona oeste do Rio. Segundo a polícia, os agentes buscam cumprir mandados de prisão contra traficantes das favelas da Coreia, Taquaral, Rebu e Vila Aliança.

Redação com Agência Estado |

De acordo com a polícia, os seis mortos na ação eram ligados ao tráfico de drogas nas quatro favelas. Os três presos foram detidos enquanto procuravam atendimento médico em um posto de saúde na região de Jabour.

A ação policial nas comunidades da zona oeste da cidade teve início por volta das 6h e conta com cerca de 300 policiais. Agentes da 34ª DP (Bangu) e de algumas delegacias especializadas, dois veículos blindados e o helicóptero Águia da Polícia Civil dão apoio à operação.

Para entrar em algumas favelas, os policiais tiveram que retirar barreiras feitas com brinquedos, como balanços, gangorras e escorregas. Na favela da Coreia, homens da Delegacia de Repressão às Armas e Explosivos (Drae) localizaram a casa do chefe do tráfico local, conhecido como Aranha. A residência tem dois andares, duas piscinas e churrasqueira.

Devido à incursão nas comunidades, pelo menos três escolas e quatro creches da região suspenderam as aulas. Parte do comércio local está fechado. A operação não tem hora para acabar.

Leia mais sobre: operação no Rio de Janeiro

    Leia tudo sobre: coreoperação policialriorio de janeiro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG