Operação de ordem pública no Rio derruba casa irregular na Barra da Tijuca

RIO DE JANEIRO ¿ A Secretaria Especial da Ordem Pública (Seop) da Prefeitura do Rio demoliu nesta terça-feira uma casa de um pavimento, com piscina, construída há pelo menos 20 anos no meio da faixa marginal da avenida Canal do Marapendi, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio. A demolição já havia sido autorizada pela Justiça em 2004.

Redação |

De acordo com a Seop, a construção desrespeitava o limite de 15 metros de afastamento da margem do canal e estava sobre a Via 2, planejada para ser uma das principais avenidas de escoamento do tráfego no bairro. Outras cinco casas e a área de lazer de um condomínio à beira do Canal do Marapendi serão os próximos imóveis a serem removidos do espaço público.

Divulgação

Retroescavadeira destroi construção irregular

Uma equipe formada por quase 100 homens começou os trabalhos por volta das 7h,  com o apoio de quatro caminhões, duas retroescavadeiras e uma pá mecânica. Apesar de o proprietário ter sido previamente notificado, não havia ninguém no local quando os fiscais chegaram. O dono da construção demolida é um dentista que usava o imóvel somente no final de semana.

O quintal da casa era utilizado como depósito de carrocinhas de ambulantes, que foram retiradas juntamente com os móveis e pertences encontrados dentro do imóvel. Técnicos constataram que havia um "gato" de luz na casa. O preço de mercado das casas existentes na região gira em torno de R$ 1,5 milhão.

Leia mais sobre: ordem pública

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG