Operação de ordem no Rio fecha cinco depósitos clandestinos e deixa um preso

RIO DE JANEIRO ¿ Um homem foi preso e cinco depósitos clandestinos foram fechados pela polícia durante uma operação de choque de ordem da Prefeitura do Rio de Janeiro, que acontece no centro da cidade, nesta quinta-feira. Entre eles, está um galpão de remédios que funcionava irregularmente, armazenando medicamentos do laboratório Farmace.

Redação |

Acordo Ortográfico

O depósito não tinha licença para funcionar, não possuía farmacêutico responsável, além de não ter condições de higiene. Alguns remédios, por exemplo, foram encontrados com mofo. Os funcionários que estavam presentes na hora da ação serão encaminhados à delegacia para prestar esclarecimentos. Todo o medicamento será apreendido.

Até momento, foram apreendidos 125 toneladas de gêneros alimentícios e produtos diversos, entre bebidas, gêneros alimentícios, eletrodomésticos, 200 carrocinhas, seis freezers verticais, 80 quilos de carne, 100 quilos de doces e centenas de bancos, mesas e cadeiras. Além disso, 20 veículos foram multados e seis rebocados, 21 moradores de rua acolhidos, 600 produtos piratas foram apreendidos e notificados 20 estabelecimentos comerciais e 15 bancas de jornais.

No Riachuelo, todas as motos que passavam pelo local eram paradas por uma blitz montada pela Guarda Municipal, contando com apoio da Policia Militar. O objetivo é verificar irregularidades dos veículos.

Denominada Centro Bacana, a operação desta quinta-feira atua no centro da cidade e conta com a participação de 200 servidores, incluindo 120 guardas municipais e 20 garis, além de agentes municipais de fiscalização e policiais civis e militares. No apoio, está uma frota de dez caminhões da Comlurb e seis reboques da Guarda Municipal.

A ação continua em diversos pontos da região, com equipes atuando na fiscalização de trânsito, recolhimento de população de rua, inibição ao comércio irregular, entre outras.

Combate ao "Ilegal, e daí?"

Este é o quarto dia das operações para repressão da desordem urbana, que tem sido o principal marco do início do governo Eduardo Paes a frente da Prefeitura do Rio. Na segunda-feira, dia do começo das ações, 24 construções em situação irregular foram demolidas no Recreio dos Bandeirantes , zona oeste da cidade.

AE

Retroescavadeira destrói imóvel construído irregularmente no Recreio dos Bandeirantes

A operação se estendeu pela semana, atingindo também os bairros da Barra da Tijuca, Gávea, Ipanema, Copacabana, Botafogo e Tijuca, onde carros foram apreendidos, lacrados e rebocados, moradores de rua foram acolhidos e publicidades ilegais foram notificadas .

Veja também:


Leia mais sobre: choque de ordem

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG