Operação da Receita e PF desarticula grupo de doleiros

A Receita Federal e a Polícia Federal deflagraram hoje, no Rio Grande do Norte, a operação Escambo para desarticular uma organização que atuava com operações no mercado paralelo de moeda estrangeira. Segundo a Receita, a suposta organização criminosa fez operações de câmbio clandestino de moeda estrangeira, formação de quadrilha, lavagem de dinheiro e crimes contra a ordem tributária.

Agência Estado |

As investigações começaram há mais de um ano quando fiscais com um grupo organizado de doleiros, sediados no Rio de Janeiro, Minas Gerais e no Rio Grande do Norte. Ao longo das investigações, foi detectada a participação de agentes públicos nas operações irregulares. A Receita informou que apenas o aprofundamento das investigações poderá delinear a real envergadura da organização criminosa no seio do Poder Público, o que impede a divulgação de detalhes.

A operação mobilizou 137 policiais e 23 auditores fiscais, que cumprem 26 mandados de busca na grande Natal, três em Belo Horizonte e outros do Rio de Janeiro. As mesmas equipes cumpriram mandados de prisão preventiva dos suspeitos.

O Banco Central e o Ministério Público Federal também participaram das investigações. O câmbio paralelo é o mercado de venda de moeda estrangeira sem autorização do Banco Central.

    Leia tudo sobre: escambo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG