Operação da Polícia Federal prende 36 pessoas em Mato Grosso do Sul e Paraná

CURITIBA - Pelo menos 36 pessoas foram presas nesta terça-feira nos Estados de Mato Grosso do Sul e Paraná durante a Operação Owari, da Polícia Federal (PF), com objetivo de reprimir crimes de formação de quadrilha, exercício ilegal de atividade financeira, agiotagem, crimes contra a ordem econômica e o sistema financeiro, fraude à licitação e corrupção.

Agência Estado |

A PF cumpre 42 mandados de prisão e 85 de busca e apreensão nas cidades de Dourados, Campo Grande, Naviraí e Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul, além de Guaíra e Umuarama, no Paraná.

Após dois anos de investigações, foi apurada a existência de organização criminosa composta por agentes políticos, servidores públicos, empresários e profissionais liberais, com vistas à obtenção de benefícios juntos a prefeituras municipais, relativos à execução de serviços públicos, especialmente a exploração da atividade funerária.

Segundo a PF, servidores públicos cooptados pela organização criaram uma estrutura criminosa a fim de obter benefícios em diversos contratos, em prejuízo à livre concorrência.

Leia mais sobre: operação

    Leia tudo sobre: crimeinvestigaçãooperação

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG