Operação da polícia deixa 9 mortos em favela do Rio

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Ao menos nove pessoas morreram e seis ficaram feridas numa megaoperação da polícia do Rio de Janeiro nesta terça-feira na favela Vila Cruzeiro, no Complexo do Alemão, zona norte da cidade, informou a Secretaria de Segurança Pública. Segundo a polícia, todos os mortos eram supostos traficantes e 14 suspeitos foram presos.

Reuters |

A operação reuniu policiais do Batalhão de Choque, do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) e nove unidades da PM, que contou com veículos blindados. A ação durou do início da manhã até o fim da tarde.

A polícia apreendeu com os traficantes cinco revólveres, três metralhadoras, cinco granadas, uma submetralhadora e uma submetralhadora .30, capaz de derrubar um helicóptero.

Foi apreendida também uma farta quantidade de drogas, munições e material para fabricação de entorpecentes.

'Aproveitamos o dia de chuva no Rio para realizar essa operação porque a circulação de pessoas nas ruas é menor', disse o secretário de Segurança Pública do Rio, José Mariano Beltrame, que participou da divulgação do resultado da operação no Batalhão de Olaria, na zona norte.

Beltrame acrescentou que a polícia fará operações no local por tempo indeterminado.

Desde o início do governo de Sérgio Cabral, em 2007, o Complexo do Alemão é um dos principais alvos da polícia, com constantes operações que contaram até com a participação da Força Nacional de Segurança.

O Complexo do Alemão é um dos locais atingidos pelas obras de reurbanização previstas no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do governo federal.

(Reportagem de Rodrigo Viga Gaier, texto de Tatiana Ramil)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG