Operação da PF combate crime financeiro na construção

A Polícia Federal (PF) realiza na manhã de hoje a Operação Castelo de Areia, com o objetivo de combater crimes financeiros e lavagem de dinheiro em uma grande construtora. Foram expedidos 10 mandados de prisão e 16 mandados de busca e apreensão.

Agência Estado |

A PF não informou o nome da empresa alvo da operação.

Segundo a PF, a quadrilha movimentava dinheiro sem origem lícita aparente através de empresas de fachada e operações conhecidas como dólar cabo, que determinam a cotação de compra ou venda da moeda norte-americana fora dos canais de conversão autorizados pelo Banco Central.

Os principais crimes investigados pela PF são evasão de divisas, operação de instituição financeira sem a competente autorização, formação de quadrilha, lavagem de dinheiro e fraude a licitações, os quais somados podem chegar a 27 anos de prisão. Diversos clientes dos doleiros investigados também foram identificados e podem responder por crime de evasão que chega a seis anos de prisão.

Está prevista para a tarde de hoje uma entrevista à imprensa da PF sobre a operação, em São Paulo.

    Leia tudo sobre: operação da pf

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG