Operação contra tráfico de drogas prende seis no RS

Seis pessoas foram presas e um menor apreendido nesta manhã durante uma operação denominada Irmãos Metralha, da Polícia civil do Rio Grande do Sul, para identificar e prender integrantes de uma quadrilha suspeita de ter como líderes traficantes que estão dentro do sistema carcerário. Cerca de 80 agentes, comandados pelo delegado César Carrion, mais 14 delegados de polícia, cumpriram 15 mandados de busca e apreensão, em Alvorada e Porto Alegre, além de nove mandados de prisão preventiva.

Agência Estado |

Seis pessoas, com idades entre 19 e 56 anos, foram detidas além de uma pequena quantidade de maconha preparada para a venda, celulares e uma caderneta com anotações de tráfico foram apreendidos. As prisões ocorreram na Vila Umbu, em Alvorada, onde o menor de 16 anos foi encontrado.

Segundo o delegado Carrion, duas quadrilhas agiam em conjunto na Vila Safira, em Porto Alegre, e em Alvorada. Uma das quadrilhas pertence a "Gelsinho da Vó", que está na Penitenciária Modulada de Charqueadas. O líder da outra quadrilha é um homem conhecido por "William Mamute", que está foragido.

A ação recebeu o nome de "Irmãos Metralha" porque o tráfico de drogas e de armas era controlado de dentro do sistema penitenciário, mais precisamente das Penitenciárias Modulada de Charqueadas e de Osório, Penitenciária Estadual de Jacuí, Presídio Central e Presídio Feminino Madre Pelletier.

As investigações sobre as quadrilhas começaram em julho deste ano, quando foi presa uma mulher. Ela usava a filha para vender drogas e era mulher de um dos líderes da quadrilha, que comandava o tráfico naquela região de dentro do presídio.

A Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe), em apoio à Operação, realiza uma inspeção nos cinco presídios identificados do Estado a fim de desbaratar o grupo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG