Operação contra o tráfico de drogas deixa dois feridos e fecha escola no Rio de Janeiro

RIO DE JANEIRO - Cerca de 1,3 mil alunos da Escola Municipal Estados Unidos, no Morro da Mineira, localizada na zona norte do Rio de Janeiro, ficaram sem aula nesta quarta-feira em razão de uma operação policial de combate ao tráfico de drogas na região.

Redação |

Futura Press
Policiais durante operação no Morro da Mineira no Rio

Policiais durante operação no Morro da Mineira no Rio

Segundo informações da Secretaria Municipal de Educação, quando alunos e funcionários chegaram à escola não conseguiram entrar devido à movimentação dos policiais. A escola está localizada em um ponto estratégico do morro e a suspeita era de que traficantes haviam se escondido no local para fugir da polícia.

Dois feridos

Quando os policiais chegaram ao morro, de acordo com o delegado-assistente da Coordenadoria de Operações Especiais (Core), Pedro Medina, houve intenso tiroteio e dois homens foram baleados durante o confronto.

A operação planejada pela Core, Dcode [delegacia de Combate às Drogas] e DRFA tinha como objetivos capturar os líderes de tráfico drogas do morro da Coroa e apurar informações sobre o envolvimento dos traficantes locais no arrastão ocorrido no dia 11 de agosto no túnel Santa Bárbara.

Duas pessoas foram presas. Segundo o delegado, um dos presos, Juan de Castro Lucas Pereira, conhecido como Gordo, é o gerente-geral do tráfico e braço direito do chefe da boca de fumo da Coroa, conhecido como Mumm-Rá, que fugiu durante o tiroteio. A suspeita da polícia é de que Gordo tenha participado do arrastão na galeria sentido centro do Santa Bárbara.

Futura Press
Armas apreendidas durante operação

Armas apreendidas durante operação

Granada

Durante o confronto, os bandidos chegaram a lançar uma granada e atirar na direção dos dois helicópteros blindados da polícia que sobrevoavam as favelas.

Foram apreendidos um fuzil, três pistolas, uma bolsa com joias e maconha prensada e cem saquinhos de cocaína.

Os feridos foram levados para o hospital Souza Aguiar e um deles se encontra em estado grave, segundo a assessoria do hospital.

Cerca de 100 policiais da Delegacia de Combate às Drogas (Dcod) e da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) participaram da operação.

Leia mais sobre: tráfico de drogas

    Leia tudo sobre: operaçãopoliciaisrio de janeirotráfico de drogas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG