Operação contra bens do tráfico do Rio já prendeu 23 pessoas

RIO DE JANEIRO - A Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu 23 pessoas supostamente ligadas ao traficante Isaías da Costa Rodrigues, o Isaías do Borel, na operação Família S.A..

Agência Estado |

De acordo com o secretário de Segurança Pública, José Mariano Beltrame, a orientação agora é "atacar a estrutura financeira das lideranças da facção criminosa Comando Vermelho".

AE
Polícia Civil realiza a operação no Morro do Borel, na Tijuca
Ele afirmou que escutas telefônicas provam que a mulher de Isaías, Sílvia Regina Rosário Rodrigues, e a irmã dele, Emília Costa Rodrigues, repassavam a traficantes e familiares as ordens do criminoso, que atualmente cumpre pena no Presídio Federal de Catanduvas. As duas foram presas nesta sexta-feira.

"De maneira confortável, se aproveitando de brechas da lei, eles passam ordens aos subordinados dentro dos presídios para cometer crimes no Rio. De agora em diante, aqueles que empreendem ações criminosas no Rio terão suas famílias investigadas e presas", disse Beltrame. Os detidos foram indiciados por associação para o tráfico, financiamento de práticas ilícitas e formação de quadrilha

A Justiça sequestrou um imóvel avaliado em R$ 150 mil na Tijuca (zona norte), onde morava a família de Isaías, apreendeu três carros, quatro telefones celulares, dois computadores, uma filmadora, documentos, joias, relógios, R$ 5 mil e uma pequena quantia em euros.

Leia mais sobre: Rio de Janeiro - operação

    Leia tudo sobre: operação

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG