Operação conjunta prende 13 por tráfico em MT

A Polícia Federal (PF), em ação conjunta com Secretaria de Justiça e Segurança Pública do Estado do Mato Grosso, prendeu hoje 13 acusados de tráfico internacional de drogas. De acordo com a PF, foram expedidos 24 mandados de prisão preventiva pela 2ª Vara Federal de Mato Grosso e outros 42 mandados de busca e apreensão na Operação Maranello.

Agência Estado |

Entre os presos estão quatro policiais civis acusados de pertencerem à quadrilha.

A primeira fase da investigação foi iniciada em dezembro de 2008 pela Polícia Civil que, após sete meses, conseguiu apreender mais de 383 quilos de cocaína na Fazenda Sete Irmãos, no município de Barão de Melgaço. Cinco pessoas foram presas naquela ocasião, incluindo dois investigadores da Polícia civil.

A segunda fase da investigação foi conduzida pela Polícia Federal para desarticular outros membros da organização e combater também crimes que normalmente acompanham a atividade de tráfico de drogas, como evasão de divisas e lavagem de dinheiro.

Lavagem

A quadrilha era subdividida em funções específicas. O dinheiro do tráfico de entorpecentes era dividido e depositado em contas bancárias de pessoas físicas e jurídicas. A partir daí eram feitas diversas movimentações financeiras em nome de terceiros com objetivo de disfarçar a origem do dinheiro. Calcula-se que as transações financeiras ultrapassem R$ 3 milhões.

As empresas utilizadas para a lavagem de dinheiro estavam em nome de membros da organização criminosa, de seus familiares e de terceiros, tanto empresas "de fachada" quanto empresas ativas instaladas em três Estados.

A PF pediu também o bloqueio e sequestro dos bens adquiridos a partir de 2004 e valores depositados em contas bancárias. Foram apreendidos joias, relógios e diversos carros de luxo, incluindo uma Ferrari.

Após serem ouvidos, os presos serão encaminhados para a Polinter e Penitenciária Central do Estado. Já os policiais civis envolvidos serão encaminhados à unidade prisional indicada pela Secretaria de Segurança Pública.

São Paulo

A Polícia Federal no Aeroporto Internacional de Guarulhos prendeu quatro pessoas entre os dias 25 e 27 deste mês e apreendeu de 14,3 quilos de cocaína.

No dia 25, a polícia prendeu um homem de 35 anos que tentava embarcar com 10,7 quilos de cocaína guardada na bagagem. O passageiro é de Belize, na América Central. No dia 26, um cidadão sul-africano foi detido ao tentar embarcar com 640 gramas de cocaína para Bangladesh. A droga estava em um "fundo-falso" da mala.

No dia seguinte, duas brasileiras de 44 e 31 anos foram presas. Elas transportavam 3 quilos de cocaína em 8 embalagens de plástico transparente e papel carbono.

Os presos poderão cumprir pena de 5 a 15 anos de prisão.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG