Sexta-Feira 13 prende 9 por crime financeiro - Brasil - iG" /

Operação Sexta-Feira 13 prende 9 por crime financeiro

A Polícia Federal prendeu hoje no Rio nove empresários e doleiros na Operação Sexta-Feira 13. Segundo o Ministério Público Federal (MPF), os acusados movimentaram mais de US$ 20 milhões em paraísos fiscais no exterior e operavam desde 1997.

Agência Estado |

A 4ª Vara Federal expediu 12 mandados de prisão e nove de busca e apreensão, cumpridos no Rio e São Paulo, alguns deles contra empresas especializadas em blindagem patrimonial fraudulenta, segundo MPF.

"A operação foi um desdobramento da Operação Roupa Suja de 2005, que prendeu quadrilhas que fraudavam licitações na compra de insumos para produção do coquetel anti-HIV e fraudavam licitações na contratação de lavanderias para os hospitais do Rio. Agora, a investigação focou no lucro ilícito da quadrilha e desvendou crimes de lavagem de dinheiro e evasão de divisas", afirmou o procurador da República Carlos Alberto Aguiar.

Durante a operação, a PF apreendeu mais de R$ 200 mil e quatro armas nas residências dos acusados. O procurador do MPF explicou que a demora entre a Operação Roupa Suja e as prisões de ontem ocorreu devido à lentidão no envio de documento pelas autoridades estrangeiras. Segundo Aguiar, até o momento as autoridades suíças não enviaram as informações solicitadas pelos procuradores. Além dos Estados Unidos, o grupo é acusado de usar paraísos fiscais, como Bahamas e Ilhas Virgens, para movimentar dinheiro ilegalmente.

O MPF aponta que os acusados tinham métodos distintos de enviar dinheiro para o exterior. "Uns utilizavam o câmbio clandestino para remessa e repatriamento de divisas e outros operavam com empresas off shore em nome de laranjas para blindar os beneficiários das transações. Eram mais de 20 contas apenas nos Estados Unidos", revelou o procurador.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG