Onze são presos em Minas Gerais suspeitos de golpes na internet

Sites ofereciam empréstimo sem consulta ao SPC e Serasa, mediante o pagamento de um "seguro-fiança"

AE |

selo

Onze pessoas foram presas na manhã desta quarta-feira em Minas Gerais suspeitas de integrarem uma quadrilha que aplica golpes de empréstimo pela internet. Por volta do meio-dia, a polícia ainda buscava outros três suspeitos.

Foram expedidos seis mandados de prisão em Belo Horizonte, dois em Mateus Leme, dois em Santa Luzia, um em São José da Lapa, dois em Uberlândia e um em São Paulo. A operação do Ministério Público Estadual (MPE), denominada Mercúrio, apreendeu quatro armas, entre elas dois revólveres calibre 38 e 22.

Os sites ofereciam empréstimo sem a necessidade de avalista e sem consulta ao SPC e Serasa, mediante o pagamento de um "seguro-fiança". Após pagar esse "seguro", a vítima não conseguia mais contato com os golpistas e não recebia o empréstimo prometido. Os empréstimos variavam de R$ 3 mil a R$ 40 mil e o preço do seguro-fiança oscilava entre 8% e 12% do valor combinado.

A quadrilha aplicava golpes a partir de escritórios localizados em Belo Horizonte, Uberlândia e São Paulo. Os presos durante a operação serão levados para a Polinter, na capital mineira. Dois promotores de Justiça e 80 policiais militares participam da ação.

    Leia tudo sobre: crimeinternetprisãopolíciaminas gerais

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG