Onze pessoas da mesma família morrem no Morro da Carioca

Onze pessoas da mesma família morreram no deslizamento de terra no Morro da Carioca, em Angra dos Reis. Os corpos, que estavam sendo velados até o momento na Escola Estadual Artur Vargas, foram levados para o Cemitério do Belém, a cerca de 7 quilômetros do local do velório. O enterro acontece neste momento.

Sabrina Lorenzi, iG Rio de Janeiro |

Ana Cláudia Narciso, parente das vítimas, contou ao iG, por telefone, que sua mãe, irmãos, cunhados e sobrinhos morreram no desastre. Eduarda Narciso, de 64 anos, era a matriarca da família. A cunhada Maria de Fátima Carvalho, de 38 anos, estava entre as vítimas, juntamente com seus filhos. Muito abalada e preocupada com o destino dos corpos, que estavam sendo transportados para o local do enterro, ela se despediu da reportagem.

Tenho que ir, estão levando eles daqui, disse.

O IML divulgou onze nomes de mortos no Morro da Carioca: Estefane Carvalho Pereira Narciso, Rayane Carvalho Narciso, Poliana Carvalho Narciso, Kayane Carvalho Narciso, Maria de Fátima Carvalho , Rafael Emídio de Carvalho, Aparecida Emídio Carvalho, Isabela Emídio Carvalho, Lucimar Emídio Carvalho Ricarte dos Santos Reis e Davi Lucas Emídio de Carvalho.

As famílias do Morro da Carioca afetadas pelo deslizamento são de origem simples e estão precisando de ajuda. A Defesa Civil já interditou mais de 170 casas. O Corpo de Bombeiros informou que acredita ter mais vítimas soterradas, segundo apurou o iG. Continua o trabalho de resgate e interdições.

Leia mais sobre: chuvas

    Leia tudo sobre: angra dos reispousada sankay

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG