Onyx: requerimento para criar CPMI será registrado hoje

O deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS) anunciou para hoje, às 15h30, o registro do requerimento de criação da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) do Campo. A comissão está sendo proposta para investigar supostos repasses ilegais de verba do governo federal para o Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST).

Agência Estado |

O requerimento deve ser lido em sessão plenária do Congresso Nacional, marcada para amanhã. O compromisso de ler o documento foi firmado entre o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), e o líder do DEM no Senado, José Agripino Maia (RN).

Os patrocinadores da CPMI do Campo já tinham assinaturas suficientes para pedir a sua criação desde a semana passada, mas deixaram para registrar o documento na última hora, a fim de evitar o que ocorreu há três semanas, quando, após a leitura do pedido de criação da CPMI do MST, vários deputados da base governista retiraram o endosso ao documento e a comissão foi arquivada por falta de assinaturas.

Onyx Lorenzoni informou que os deputados que retirarem a assinatura do requerimento de criação da CPMI do Campo terão seus nomes veiculados pelo partido na internet. O requerimento possui, segundo Lorenzoni, 190 assinaturas de deputados e 34 de senadores endossando a criação da comissão. O mínimo regimental para proposição da CPMI é de 171 assinaturas de deputados e 27 de senadores.

"Na primeira fase de retirada, o governo ofereceu emenda e cargo a rodo. O governo pode oferecer emenda e cargos, mas isso não garante eleição", disse. "Acreditamos que na hora (de retirar a assinatura do requerimento), os deputados vão começar a fazer contas entre quanto vale uma emenda ou um cargo que o governo venha a oferecer em troca da retirada, ou o desgaste que terão que enfrentar em suas bases", afirmou.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG