medem sustentabilidade na web para atrair jovens - Brasil - iG" /

ONGs medem sustentabilidade na web para atrair jovens

Você tem ideia do impacto de um comportamento individual antiecológico para a sustentabilidade do planeta? Consegue imaginar quantas árvores teriam de ser plantadas por uma única pessoa - você, por exemplo - para compensar a parcela individual nas emissões de carbono na atmosfera? Mais que equações, questões como essas são a fórmula encontrada por muitos sites que militam pelo meio ambiente para atrair jovens à causa. A ideia é conscientizar a juventude utilizando recursos lúdicos que esse público procura na internet, falando na língua deles.

Agência Estado |

São testes em que o internauta consegue obter uma espécie de diagnóstico de seu comportamento e receber dicas de como pode tornar seu consumo mais sustentável e ajudar a conscientizar mais pessoas sobre a importância de preservar os recursos do planeta Terra.

"O jovem tende a se mobilizar mais e usa a internet para interagir. Por isso o uso dessa linguagem com jogos, testes, blogs. O adulto pode mudar seus comportamentos ao observar a sociedade mudando, mas tem dificuldade de mudar os valores. O jovem muda o comportamento e os valores", explica o diretor-presidente do Instituto Akatu, Helio Mattar. "Para sensibilizar o jovem, não podemos usar ferramentas vistas como 'chatas'", afirma Irineu Tamaio, Coordenador do Programa de Educação para Sociedades Sustentáveis da ONG de proteção ao meio ambiente WWF.

Um dos pioneiros no uso dessa ferramenta na internet, o Instituto Akatu apresenta um teste em seu site em que inicialmente faz 13 perguntas e classifica o internauta em quatro categorias de consumo sustentável: indiferente, iniciante, engajado e consciente. Em seguida, caso queira um parecer mais completo, o internauta pode responder questões sobre sete aspectos do seu consumo para receber um relatório completo, que situa seu posicionamento em relação à média de consumidores pesquisados quanto a valores e comportamento em quatro esferas: geral, ambiental, social e pessoal. Por fim, o site apresenta as respostas sobre as quais o internauta "poderia pensar melhor" e dá dicas de como qualificar suas práticas sustentáveis.

"É importante levar ao consumidor esse tema complexo, e usamos essa ferramenta do teste. Com os resultados, o consumidor pode perceber no que ele pode melhorar suas práticas e o que ele não vem assimilando", explica Mattar. Segundo o diretor-presidente, mais de 4 mil internautas já responderam ao teste, que também é aplicado em projetos populares do Akatu.

Um pouco diferente, mas também utilizando a ferramenta de questionário pela internet, o teste Pegada Ecológica , da WWF, foi desenhado para mostrar o impacto que o consumo tem no planeta Terra. Ao final das questões sobre hábitos pessoais, o internauta descobre o impacto de suas ações em uma representação gráfica: o site mostra quantos planetas Terra seriam necessários se cada pessoa do mundo agisse como quem fez o teste. "Não temos dados empíricos, mas sabemos que algumas pessoas ficam assustadas ao perceberem o quanto elas têm impacto no meio ambiente. Esperamos que esse choque possa despertar a pessoa para procurar melhorar seu comportamento", diz Tamaio. O site também apresenta dicas para melhorar as práticas de consumo.

Receita de bolo

Para o fundador e presidente da Associação Arayara de Educação e Cultura, Eduardo Araujo, o uso de novas linguagens é importante para a integração do público com o tema da sustentabilidade. "Acho fundamental a utilização da interdisciplinaridade para sensibilizar o público. Trabalhar a sustentabilidade como uma receita de bolo não provoca mudança de valores", afirma. "A movimentação possível na internet tem de ser complementar às ações presenciais de educação para o consumo sustentável. A internet possibilita o uso de recursos como jogos, áudio e vídeo. Há espaço para criatividade, e os testes são parte disso", diz.

E criatividade não falta. Um teste do site Iniciativa Verde calcula - a partir de informações sobre o consumo de energia elétrica, de gás, de combustível e a frequência de viagens aéreas - a "pegada de carbono" do internauta e também quantas árvores ele deve plantar para compensar a emissão anual de gases do efeito estufa. Já o site Planeta Sustentável tem um teste que permite ao internauta descobrir se a construção de sua casa segue práticas sustentáveis. Na revista Amanhã também há um Teste de Sustentabilidade , mas para empresas.

Também no exterior é possível encontrar bons exemplos de sites que oferecem questionários sobre sustentabilidade, como o Greendex , parceria da National Geographic com a empresa canadense de pesquisa de opinião GlobeScan, ou o site da American Public Media, que fornece, em inglês, um teste sobre vida sustentável que permite ao internauta criar um personagem e perceber em uma animação qual o impacto dos costumes pessoais no planeta.

Prazer e conforto

Para Hélio Mattar, do Akatu, o uso de testes e jogos ajuda na missão de vencer o maior desafio encontrado para a popularização do conceito de sustentabilidade: fazer o consumidor perceber que deve mudar seus hábitos e estimular outros a fazerem o mesmo. "Temos de fazer o indivíduo perceber que não basta só ele mudar, tem de haver o fator multiplicador. Às vezes ele tende a julgar que seu impacto é pequeno e não tenta mudar. Nosso trabalho é identificar formas de fazê-lo perceber que tudo tem impacto", explica o diretor-presidente do Instituto Akatu.

"Temos de estimular uma ação proativa. Não dá para lamentar o que está errado e ficar estático. É preciso mudar as condutas. E não basta uma nova conduta pessoal. Também tem de ser um posicionamento mais político, de levar esse conhecimento às outras pessoas", afirma Irineu Tamaio, da WWF. Segundo Eduardo Araujo, da Arayara, o momento é de reflexão. "A pessoa tem de questionar suas ideias de prazer e conforto. Tem de questionar seu consumo, para poder compreender esses novos valores e qualificar mais seu consumo", diz.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG