OMS mantém receita de Tamiflu a casos graves da gripe

A Organização Mundial de Saúde (OMS) manteve, hoje, sua recomendação de tratamento da gripe suína com o antiviral Tamiflu em infecções consideradas severas e progressivas. A orientação é mantida apesar de um estudo recente advertir contra o uso do medicamento em crianças.

Agência Estado |

A agência da Organização das Nações Unidas (ONU) enfatizou, contudo, que o antiviral produzido pela empresa suíça Roche não deve ser administrado em casos moderados.

"A OMS continua a recomendar o uso de antivirais como tratamento para pessoas gravemente doentes ou com risco de outras complicações de saúde", afirmou a entidade, que também garante estar ciente do estudo publicado no British Medical Journal, segunda-feira, dia 10. A pesquisa apontou que crianças com gripe sazonal não deveriam receber Tamiflu, porque os malefícios do medicamento podem ser maiores que os benefícios. O estudo não abrange o período da epidemia de gripe A (H1N1), mas também sugere que os antivirais podem não ter um papel significante para diminuir a duração da doença ou evitar complicações em crianças com o vírus, segundo os pesquisadores. As informações são da Dow Jones.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG