Veneza (Itália), 7 set (EFE).- O cineasta americano Oliver Stone afirmou hoje em Veneza que não abandonou seu projeto de fazer um documentário sobre o presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, e disse que o projeto ainda não saiu do papel por problemas envolvendo datas.

Em entrevista coletiva no Festival de Veneza, onde hoje apresenta um documentário sobre Hugo Chávez, o diretor assinalou que há dois ou três anos começaram as conversas com Ahmadinejad para fazer o filme.

"No começo ele disse que não, e depois aceitou, mas nesse momento eu estava fazendo 'W' (sobre o ex-presidente dos Estados Unidos George W. Bush) e não pude rodar (...) Depois, quando nós queríamos, ele não podia", afirmou.

No entanto, Oliver Stone assinalou que continua muito interessado em realizar este documentário sobre um país que, em sua opinião, era a continuação natural da invasão para os Estados Unidos após o Iraque.

"Se os EUA tivessem obtido um maior sucesso no Iraque, não tenho dúvidas de que teria se envolvido mais no Irã", acrescentou. EFE agf/mh

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.