A escolha da cidade do Rio de Janeiro para sediar os http://esporte.ig.com.br/mais/2009/10/02/rio+de+janeiro+derrota+madri+e+vai+sediar+a+olimpiada+de+2016+8723047.htmlJogos Olímpicos de 2016 transformou o Twitter em palanque de disputas eleitorais nesta sexta-feira. Com vistas ao pleito de 2010, o acontecimento esportivo ganhou contorno político, com direito a homenagens a correligionários e alfinetadas entre governistas e oposicionistas.

Um dos primeiros a comentar no microblog sobre a vitória da cidade brasileira foi o senador Aloizio Mercadante (PT-SP). O parlamentar atribuiu à força da "cultura" e "alegria" brasileiras a escolha do Rio de Janeiro. "Pela primeira vez, depois de mais de um século, as Olimpíadas serão no Brasil", comemorou Mercadante, para quem o acontecimento é obra do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. "Como disse Lula, 'sim, nós podemos'", completou.

O elogio de Mercadante causou mal-estar entre membros da oposição, como o líder do PSDB na Assembleia Legislativa de São Paulo, o deputado estadual Samuel Moreira. Como resposta ao petista, o parlamentar tratou de minimizar o papel de Lula na campanha pela vitória do Rio, imputando a escolha às belezas da cidade. "Só faltava esta. Rio de Janeiro, obra do Lula", debochou. "A cidade maravilhosa merece há muito tempo essa e outras notícias boas", ressaltou.

Diante do embate, a diplomacia ficou a cargo do vereador Gabriel Chalita (PSB-SP), ex-integrante do PSDB. O político que passou do campo oposicionista para a base de apoio do presidente Lula procurou arrefecer os ânimos virtuais: "Vamos deixar de lado picuinhas partidárias e aplaudir a emoção que Lula colocou em seu discurso", sugeriu. Também de olho nas eleições de 2010, o virtual candidato pelo PSB ao Senado Federal rasgou elogios ao presidente da República. "Todos precisamos nos unir nas causas nobres. Impecável o discurso do presidente Lula", destacou.

Elogios

Além de se envolverem em imbróglios políticos, os parlamentares aproveitaram o twitter para colher dividendos eleitorais com elogios a correligionários que participaram da campanha do Rio para a Olimpíada. A deputada federal Manuela D'Ávila (PC do B-RS) enalteceu a gestão do ministro Orlando Silva, também de sua legenda, à frente da pasta do Esporte. "Um orgulho para nós, do PCdoB, ver a nossa gestão no Ministério do Esporte, com o jovem Orlando Silva, conquistando Copa e Olimpíada", ressaltou.

Também receberam elogios o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB), e o prefeito da cidade, Eduardo Paes (PMDB). O vereador Pedro Roriz (PMDB-RJ) destacou o papel dos correligionários e da legenda na disputa pela sede dos Jogos. "A conquista do Rio só poderia acontecer pelas mãos do PMDB. Valeu Cabral e Paes, estamos muito orgulhosos."

A série de homenagens lembrou até do ex-prefeito da cidade César Maia (DEM). A senadora Kátia Abreu (TO) dedicou a vitória do Rio ao companheiro de legenda. "Parabéns, Cesar Maia. Você conseguiu", ressaltou.

Leia mais sobre: Olimpíada

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.