Labiata traz parceria com Chico Science - Brasil - iG" /

Oitavo disco de Lenine, Labiata traz parceria com Chico Science

RIO DE JANEIRO ¿ Apaixonado confesso pelas orquídeas, o cantor e compositor Lenine escolheu uma das mais famosas espécies da planta para batizar seu novo álbum, ¿Labiata¿, o oitavo da carreira do artista e que já está nas lojas em CD e vinil. Produzido por Jr. Tostoi e pelo próprio Lenine, o disco foi finalizado na Inglaterra, nos estúdios de Peter Gabriel, ex-vocalista do Genesis, e marca o retorno do cantor à gravadora Universal (ex-Polygram) após 25 anos.

Anderson Dezan, do Último Segundo |

Acordo Ortográfico

Segundo Lenine, a escolha do nome do novo trabalho se deu por causa da sonoridade da palavra e pelas características que essa planta possui, que remetem à música popular brasileira. A escolha foi totalmente passional, mais pela sonoridade. Labiata é um nome lindo e tem muito de lábia, mais ainda de labuta, diz o artista.

Lenine compôs no estúdio e recuperou
faixa inédita de Chico Science / Divulgação

Três coisas me impressionam neste tipo de orquídea. Em primeiro lugar, a beleza da flor, sua exuberância. Depois, a diversidade da ocorrência dela. São mais de 40 mil espécies espalhadas pelo mundo e é possível encontrá-la no meio do deserto da Austrália, como no Tibete. Em terceiro lugar, a resistência. Ela tem essa capacidade de ser uma flor delicada e robusta. Esses três significantes permeiam o que é a música popular brasileira: a beleza, a diversidade e a resistência, completa.

Ao contrário dos discos anteriores, para esse novo trabalho Lenine entrou no estúdio sem repertório algum e foi escrevendo durante o próprio processo de gravação. Geralmente, quando você começa a fazer um disco, já tem um pedaço dele pronto. Nesse, por uma conjugação de falta de tempo e também por querer testar esse frescor de compor e gravar, fui fazendo assim, criava a música de noite e no outro dia ia para o estúdio, explica.

De acordo com o compositor, Labiata mescla a vivência e a intimidade adquirida com a banda durante a divulgação do álbum anterior ¿ Lenine Acústico MTV ¿ com a urgência exercida por ele durante a composição da trilha sonora do espetáculo de dança Breu, do Grupo Corpo. Como resultado dessas influências, o artista obteve, segundo ele, um álbum muito pessoal. Esse é o meu disco mais íntimo porque foi feito com as pessoas mais próximas a mim, afirma. Estou nu nessa obra. O disco é todo em primeira pessoa. Ele é direto, não tem subterfúgios.

Composições e parcerias

Labiata reúne 11 faixas inéditas, sendo duas composições suas e nove músicas feitas em conjunto com Arnaldo Antunes, Dudu Falcão, Paulo César Pinheiro, Bráulio Tavares, Lula Queiroga, Ivan Santos e Carlos Rennó. Entre as parceiras deste disco, uma se destaca. Lenine divide a autoria de Samba e leveza com Chico Science, ex-vocalista do Nação Zumbi, morto em 1997.

A irmã do Chico, Goretti, me procurou e me contou que uma vez ele havia chegado de viagem apaixonado, cantarolando uma música romântica, bem diferente do que ele cantava na Nação Zumbi. Ela abriu um livro de manuscritos dele e me disse que eu era o único capaz de transformar aquele texto em canção, revela Lenine.

Segundo o cantor, primeiramente ele relutou, porque nunca havia sido muito íntimo de Chico Science, embora tivesse uma admiração profunda por seu trabalho. Graças à insistência de Goretti, Lenine acabou concordando em transformar os manuscritos do maior nome do manguebeat em música e mesclou na canção referências do encontro que teve com a irmã de Science. A musa dessa canção é a Goretti. A música é dedicada a ela.

"Este é meu disco mais íntimo", revela Lenine / Divulgação, Nana Moraes

Além das parcerias nas composições, paixão maior de Lenine ¿ Minha real profissão é compor. Esse é um exercício louco. Você tem que entrar na mente do outro e imaginar como a composição vai ficar na voz dele ¿, Labiata conta com algumas participações especiais nos vocais. O cantor pernambucano divide os microfones com o conterrâneo China na canção Excesso Exceto e com os três filhos na faixa Continuação.

O João (Cavalcanti, do grupo de samba Casuarina) já é um profissional da música; o Bruno (Giorgi) está no caminho, tem seu estúdio e faz música na UniRio; e o Bernardo (Pimentel), que é o mais novo, é um apaixonado e ótimo jogador de basquete, mas é superafinado. Eu vi os meninos se divertindo ali e cantando juntos, fiquei muito emocionado, confessa.

Site e shows

No site oficial do cantor, o internauta pode ouvir a primeira música de trabalho de Labiata, É o que me interessa. A canção está na trilha sonora da novela A Favorita e é o tema da personagem da atriz Patrícia Pillar.

Tenho uma relação pessoal com as pessoas de televisão, alguns diretores são amigos. Fiz algumas músicas para novelas que não saíram em nenhum álbum meu, diz o artista.

Lenine já começou a ensaiar o show do novo trabalho e o início da turnê está marcado para o dia 31 de outubro no SESC Pinheiros, em São Paulo. Depois da capital paulista, o artista fará apresentações em Salvador (Teatro Castro Alves), Recife (Teatro UFPE) e chegará ao Rio de Janeiro no dia 29 de novembro (Vivo Rio). A previsão é percorrer o País com o show até março, quando dará início a uma turnê pelo exterior.

Leia mais sobre: Lenine

    Leia tudo sobre: lenine

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG