Obras em corredores de ônibus de SP estão atrasadas

Nenhuma das nove obras previstas para melhorar o trânsito nos corredores de ônibus da capital paulista começou a ser feita. O pacote de melhorias foi anunciado pelo prefeito Gilberto Kassab (DEM) em agosto do ano passado, durante sua campanha à reeleição.

Agência Estado |

O início das intervenções em corredores e terminais estava marcado para novembro e as obras deveriam ficar prontas nesta semana, após investimento de R$ 8,1 milhões. Agora, a Secretaria Municipal de Transportes (SMT) estima que as intervenções sejam entregues em abril de 2010, pelo valor de R$ 15,4 milhões.

As obras, portanto, devem ser concluídas com um ano de atraso, a um custo quase duas vezes maior que o previsto. No plano de metas de Kassab - Agenda 2012, com investimentos de R$ 20 bilhões -, a ser apresentado até amanhã à Câmara de Vereadores, estão incluídas obras nos corredores de ônibus. No dia 5 de agosto do ano passado, dois meses antes da eleição municipal, Kassab e o secretário de Transportes, Alexandre de Moraes, anunciaram o pacote de obras para aumentar a velocidade dos ônibus e melhorar o acesso de passageiros aos terminais. Na ocasião, a Prefeitura informou que as obras começariam três meses depois.

Questionada, inicialmente a SMT negou o atraso. Depois, justificou a demora e o aumento de custos afirmando que “os novos projetos passaram a englobar a parte de acessibilidade e de melhoria no trânsito do entorno dos terminais” e que “os processos licitatórios também enfrentaram recursos que acabaram por alongar os prazos”. A pasta afirmou que foram investidos R$ 851 mil nos nove projetos do pacote até agora e que nenhuma obra deixou de ser executada por falta de recursos. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG