Obras do PAC em São Paulo têm R$ 4,32 bi liberados por Lula e Serra

SÃO PAULO - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o governador de São Paulo, José Serra, participaram hoje da solenidade de assinatura de novos contratos para obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) no estado. Ao todo, os contratos somam R$ 4,324 bilhões em ordens de serviço, sendo que um terço deste valor, R$ 1,054 bilhão, virão dos cofres do governo federal.

Valor Online |

O maior investimento será a expansão de 3,9 quilômetros na linha verde do metrô paulista, que irá consumir R$ 1,6 bilhão. O financiamento da obra será feito pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), cujo presidente, Luciano Coutinho, também esteve no evento. O governo paulista irá entrar com R$ 500 milhões em recursos próprios.

O segundo investimento de maior porte será direcionado à urbanização das represas Billings e Guarapiranga, com desembolso de R$ 868,7 milhões. Em seguida, vem um contrato com a Sabesp para melhoria nos sistemas de abastecimento de água e esgoto em 26 municípios paulistas, ao custo de R$ 754,7 milhões.

As comunidades de Heliópolis e Paraisópolis, ambas na zona sul da capital, vão receber R$ 348,4 milhões. Esse montante inclui a construção de moradias, pavimentação de ruas e vielas, implantação de espaços de lazer e obras de saneamento. A região metropolitana de São Paulo irá receber outros R$ 195,3 milhões em melhorias nos sistemas de esgotamento sanitário.

Também foram assinados outros contratos, menores, para melhorias em diversos municípios paulistas. O investimento total nesses locais será de R$ 57,41 milhões.

(Murillo Camarotto | Valor Online)

    Leia tudo sobre: pac

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG