NOVA YORK ¿ As obras de Andy Warhol esta semana foram destaque em vendas nas casas de leilões de Nova York, após arremates milionários que incluíram um novo recorde para trabalhos do artista.

Com um preço final de US$ 842.500, a famosa réplica da embalagem de Brillo, que Warhol (1928-1987) fez em 1964, superou amplamente os US$ 208.695 que em 2006 foram pagos na casa Christie's de Londres por uma dessas obras.

A casa de leilões Phillips de Pury informou hoje em comunicado que durante a Semana da Arte Contemporânea de Nova York, entre 12 e 15 de novembro, foram compradas outras quatro obras do artista, entre as quais destacou "Diamond Dust Shoes" (1981), uma pintura em que Warhol utilizou pó de diamante real e foi vendida por US$ 506.500.

A composição em preto e branco "Two works: Mineola Motorcycle and Mineola Motorcycle (Negative)" (1985-1986) superou as expectativas ao ser arrematada por US$ 218.500.

Phillips de Pury vendeu também impressões da obra completa "Cowboys and Indians" (1986) que, após ser avaliada entre US$ 100 e 150 mil, acabou indo parar nas mãos do novo dono por US$ 134.500.

A casa de leilões Sotheby's vendeu na semana passada um dos retratos do revolucionário chinês Mao Tsé-tung por US$ 554.500, assim como "Jackie", uma serigrafia de um retrato de Jacqueline Kennedy feita em 1964 e que foi comprada por US$ 722.500.

Como parte desse mesmo leilão, outra obra de Warhol, "200 One Dollar Bills", foi leiloada pela espetacular cifra de US$ 43,7 milhões.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.