Obama retorna ligação a Lula e cita liderança do Brasil

Por volta das 19h30, horário do Brasil, o presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, retornou uma ligação ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que está em Roma. Segundo fontes do Palácio do Planalto, a ligação demorou cerca de 15 minutos e, durante a conversa, Obama demonstrou conhecimento de várias áreas do Brasil como programas sociais, economia e a questão da energia renovável.

Agência Estado |

Ainda segundo relato de fontes, Obama citou a liderança que o Brasil tem tido na condução da crise econômica mundial.

Ele disse que o Brasil é um ator fundamental nesse processo e reconheceu a importância do Brasil não só na condução da crise como também em assuntos importantes para a América Latina como a questão da reforma Conselho de Segurança Nacional.

O presidente Lula convidou Obama para visitar o Brasil, convite este que foi aceito, mas sem definição de uma data. Obama ainda comentou com Lula que foi aluno de um ministro do governo, numa referência ao ministro-chefe da Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência, Mangabeira Unger.

O presidente eleito dos Estados Unidos disse a Lula que não estará em Washington durante a reunião do G-20, no próximo final de semana. Ele reiterou que o momento é do presidente George W. Bush, mas defendeu a importância de manter o diálogo entre os países.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG