Obama resolve participar de reunião do clima no dia 18

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, participará de uma reunião de cúpula para discutir o aquecimento global em 18 de dezembro, no encerramento da conferência climática patrocinada pela Organização das Nações Unidas (ONU), iniciada hoje em Copenhague. Depois de conversar com outros líderes e do progresso obtido nas negociações, o presidente acredita que a contínua liderança norte-americana pode ser mais produtiva por meio de sua participação no fim da cúpula de Copenhague em 18 de dezembro do que (uma passagem pela capital dinamarquesa) em 9 de dezembro, diz nota à imprensa distribuída pela Casa Branca.

Agência Estado |

O anúncio referente à presença de Obama na cúpula foi feito na noite de sexta-feira pela Casa Branca. Anteriormente, o governo norte-americano tinha informado que Obama iria a Copenhague no dia 9, quando estaria a caminho de Oslo para receber o Prêmio Nobel da Paz.

Anúncio 'significativo'

A diretora da Agência de Proteção Ambiental (APA) dos Estados Unidos, Lisa Jackson, fará esta tarde um "anúncio climático significativo", informou a entidade governamental por meio de um comunicado.

A expectativa é a de que a APA declare oficialmente que os gases causadores do efeito estufa representam um perigo à saúde e ao bem-estar públicos, segundo pessoas próximas ao assunto. A decisão é necessária para que o governo norte-americano estabeleça os parâmetros para um novo veículo de baixa emissão de gás carbônico considerado precursor de regulamentações para setores mais amplos da economia.

Alguns grupos empresariais e congressistas norte-americanos afirmam que, se a declaração for feita como é esperado, ela representa um fardo sobre a economia do país. Acredita-se também que o anúncio dará força política às posições dos EUA durante a conferência em Copenhague. As informações são da Dow Jones.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG