O presidente Barack Obama se disse nesta sexta-feira preocupado com a sorte de três jornalistas americanas detidas no Irã e na Coreia do Norte, em comunicado publicado dois dias antes do Dia Mundial da Liberdade da Imprensa.

"Nos quatro cantos do planeta, do Azerbaijão ao Zimbábue, de Mianmar ao Uzbequistão, de Cuba à Eritreia, jornalistas são presos ou perseguidos", declarou.

"J.S. Tissainayagam, no Sri Lanka, e Shi Tao e Hu Jia, na China, são os exemplos emblemáticos desta triste realidade", acrescentou.

"Também estamos preocupados com nossas compatriotas que estão atualmente presas no exterior: pessoas como Roxana Saberi no Irã, ou Euna Lee e Laura Ling na Coreia do Norte", afirmou o presidente americano.

lal/yw

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.