Obama divide primeiras férias como presidente entre esportes e livros

Washington, 24 ago (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, deu início hoje a suas primeiras férias desde que está na Casa Branca com uma dose dupla hoje de esporte e livros para compensar o esforço físico.

EFE |

Obama e sua família passarão a semana em Martha's Vineyard, uma ilha próxima à costa de Massachusetts que no século XIX se dedicava à pesca de baleias e que agora é um centro turístico para ricos.

O presidente e sua família chegaram no domingo a uma propriedade de mais de 11 hectares, com piscina e campo de basquete, cujo aluguel custa US$ 35 mil por semana.

Obama pagará sua parte, enquanto os contribuintes custearão os gastos com segurança e o pessoal da Casa Branca que acompanha o presidente para mantê-lo a par dos temas urgentes.

O líder recebeu hoje seu relatório diário sobre política externa, mas pouco depois escapou para se exercitar sozinho e, mais tarde, jogou tênis com a mulher, Michelle Obama, conforme informou o porta-voz da Casa Branca, Bill Burton.

O presidente jogou também uma partida de golfe com o congressista democrata Jim Clyburn, com o presidente do banco de investimento UBS, Robert Wolf, que é seu amigo, e com Marvin Nicholson, um de seus assessores.

Burton esclareceu que não está previsto que nenhum outro legislador jogue golfe com Obama, pois o objetivo do presidente é realmente descansar, sem ter uma agenda fixa.

Obama passou férias em Martha's Vineyard em "cinco ou seis ocasiões" na última década, de acordo com o porta-voz presidencial.

"Ele gosta. A ilha é agradável. As praias são bonitas. As pessoas são especialmente agradáveis. Há boa comida", disse Burton.

Quando sua paixão por esporte der uma trégua, Obama pretende ler.

Ele levou três romances à ilha: "The Way Home", de George Pelecanos; "Lush Life", de Richard Price, e "Plainsong", de Kent Haruf.

Em sua mesa cabeceira também estão "Hot, Flat, and Crowded", sobre a mudança climática de Tom Friedman, e "John Adams", a biografia sobre esse presidente americano escrita por David McCullough. EFE cma/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG