OAB-DF decide nesta quinta-feira sobre processo de impeachment de Arruda

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) no Distrito Federal reúne-se nesta quinta-feira, às 19h, para decidir se entra com pedido de abertura de processo de impeachment do governador do DF, José Roberto Arruda. O relator do pedido é o conselheiro seccional João Pedro Ferraz dos Passos e o revisor o conselheiro seccional Walter do Carmo Barletta.

Camila Nascimento, iG São Paulo |

  • Veja todos os vídeos do escândalo no DF
  • O escândalo do Distrito Federal em imagens
  • Arruda fez licitação de panetones no dia da ação da Polícia Federal

  • Agência Brasil
    PSOL protocola impeachment na Câmara

    PSOL protocola impeachment na Câmara

    A OAB-DF também vai decidir se o pedido será estendido ao vice-governador Paulo Octávio, que também é alvo das denúncias de corrupção. Eles podem ser enquadrados por violação do Artigo 74 da Lei 1.079/50, que trata do crime de responsabilidade, e pelo Artigo 103 da Lei Orgânica do DF.

    O relator do processo sobre o impeachment é o conselheiro seccional João Pedro Ferraz dos Passos. O revisor será o conselheiro seccional Walter do Carmo Barletta.

    Arruda já é alvo de seis pedidos de impeachment na Mesa Diretora da Câmada do Distrito Federal. O PT, o PSOL, a Central Única dos Trabalhadores (CUT), a Ordem dos Ministros Evangélicos do Gama e dois cidadãos - o que é permitido pela Constituição -já entraram com o pedido.

    O governador é apontado pela Polícia Federal (PF) como um dos articuladores de esquema de arrecadação e distribuição recursos ilegais a membros da base aliada de seu governo, ação investigada pela Operação Caixa de Pandora, deflagrada na última sexta-feira.

    (*com informações da Agência Brasil)

    Escândalo no Distrito Federal

    Entenda


    Inquérito da PF


    Crise de 2001


      Leia tudo sobre: arruda

      Notícias Relacionadas


        Mais destaques

        Destaques da home iG