OAB pede impeachment de Arruda e de Paulo Octávio

Brasília - A presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) do Distrito Federal, Estefânia Viveiros, protocolou hoje (7) na Câmara Legislativa do DF dois pedidos de impeachment: um do governador e o outro do vice-governador do DF. Conselheiros e presidente de diversas seccionais da entidade e ainda o presidente da OAB nacional, Cézar Britto, também estiveram presentes na ocasião.

Agência Brasil |

Os documentos que foram entregue ao presidente interino da Câmara Legislativa, Cabo Patrício, estavam em nome de Estefânia, mas representavam um pedido da OAB nacional. Cumprindo a Lei 1.079/50, a Câmara Legislativa só tem acatado pedidos de impeachment em nome de pessoas físicas que apresentem o número do título de eleitor e não de entidades.

Assino não só como cidadã, mas representando também a votação majoritária do conselho pleno da OAB do DF, declarou Estefânia sobre a assinatura do pedido.

Presidentes das unidades da OAB de São Paulo, do Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, de Pernambuco, do Tocantins, de Rondônia, Roraima, do Amapá, do Amazonas e da Bahia representavam as unidades favoráveis ao pedido de afastamento.

Ao total, doze pedidos de impeachment foram entregues à Câmara Legislativa, dos quais, oito já foram analisados. Apenas dois foram aceitos. A maioria foi recusada, pois não estava de acordo com a Lei 1.079/50. Dois pedidos que aguardam apreciação serão votados em plenária amanhã às 10h em sessão extraordinária.

Cabo Patrício garantiu que a ocupação dos estudantes no plenário não vai impedir a votação. Com certeza o plenário vai estar desocupado. Enquanto eu estiver na presidência da Câmara Legislativa, vou desempenhar o meu papel.  Podem fazer qualquer tipo de manobra, mas nós não vamos empurrar nada para debaixo do tapete, afirmou o presidente interino.

Leia também

Entenda


Inquérito da PF


Crise de 2001

    Leia tudo sobre: arruda

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG