O novo filme do Batman O Cavaleiro das Trevas bateu recordes de bilheterias nas sessões de pré-estréia nos cinemas dos Estados Unidos, antes da abertura oficial. Já foram arrecadados 18,5 milhões de dólares.

Heath Ledger, falecido em janeiro passado, em Nova York, aos 28 anos por causa de uma overdose acidental de medicamentos, dá ao vilão "The Joker" traços muito pessoais e intensos, como afirmam seus colegas, que recordam do companheiro de filmagem com nostalgia e admiração.

Esta segunda edição - na realidade, a sexta, se levadas em conta as adaptações dos quadrinhos anteriores - sobre o 'Cavaleiro das Trevas" tem novamente a direção de Christopher Nolan.

Segundo o cineasta, para o papel de Coringa era preciso um ator fenomenal, mas que não tivesse medo de assumir um papel-ícone.

"Heath criou algo inteiramente original. É estonteante, é cativante e vai apavorar as pessoas".

Para todo o elenco, é quase certo: Ledger terá uma indicação póstuma ao Oscar por sua atuação, uma situação rara que tem como único precedente o caso de Peter Finch em 1977, que também recebeu a estátua de melhor ator por "Rede de Intrigas" (1976).

Leia mais sobre: Batman


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.