O multimilionário mexicano Carlos Slim, um dos homens mais ricos do mundo, pode vir a investir no grupo de mídia americano do The New York Times, informou o jornal econômico Wall Street Journal (WSJ).

O editor do célebre jornal reunirá seu conselho administrativo na próxima semana para estudar a transação.

O investimento de Slim será efetivado com a compra de ações preferenciais, títulos sem direito a voto, mas que oferecem uma remuneração superior a de uma ação ordinária. Este mecanismo tem a vantagem de não diluir a participação de controle da família Sulzberger.

A injeção de fundos de Slim permitirá ao grupo ganhar tempo quando o mundo da mídia está passando por grandes dificuldades econômicas.

Em novembro, o grupo New York Times reduzi em 75% seus dividendos para obter liquidez. Mas o grupo continua muito endividado e várias de suas linhas de crédito expiram nos próximos meses, segundo ainda o Wall Street Journal, um de seus grandes competidores.

Slim, que fez sua fortuna no setor das telecomunicações, já possui uma participação no NY Times que era de 6,4% no fim de setembro. Perdeu a metade de seu valor inicial e agora vale cerca de 60 milhões de dólares.

fga/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.