Nuvem de cinzas vulcânicas leva fuligem a cidades do Sul

Sul do Brasil tem visibilidade reduzida com a chegada de partículas do vulcão chileno Puyehue

iG São Paulo |

A nuvem de cinzas do vulcão chileno Puyehue encobriu nesta terça-feira parte de cidades de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul. Nos dois Estados, a visibilidade em regiões de aeroportos ficou prejudicada e carros e árvores apresentaram uma fina camada de fuligem.

AE
Carro encoberto com cinzas são vistos em Porto Alegre, na manhã desta terça-feira
O vulcão localizado em território chileno, que entrou em erupção no início de junho 2011, voltou a lançar material particulado (cinzas) neste fim de semana. Segundo o Centro de Informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia de Santa Catarina (Ciram), desde segunda-feira, imagens de satélite evidenciam a trajetória da pluma (“fumaça”) com as partículas de cinza vulcânicas passando pelas regiões central e litoral da Argentina, Uruguai, Rio Grande do Sul (dia 17) e nesta terça-feira já reduziu a visibilidade horizontal e vertical em boa parte de Santa Catarina.

As cinzas foram trazidas devido ao sistema de alta pressão que atua sobre a boa parte da Argentina, Uruguai e sul do Brasil. A cinza vulcânica acaba fazendo parte da névoa seca (com umidade relativa do ar entre 50 e 60%) que vem sendo observada em baixos níveis da atmosfera e próximo à superfície do meio-oeste ao litoral catarinense. Normalmente a névoa seca é formada por partículas de poeira em suspensão, quando o ar está muito seco.

No caso da nevoa seca que está sendo observada em Santa Catarina, composta em boa parte pela cinza vulcânica, a visibilidade está reduziu para 4 km na horizontal e com teto baixo, permanecendo próximo a 3 mil pés (aproximadamente 900m) na vertical, condições estas que limitam a operação visual de aeronaves para pouso e decolagem em aeroportos catarinenses, principalmente no litoral sul e Grande Florianópolis. Os vos nestas condições são feitos com auxilio de instrumentos.

Segundo previsão, pelo menos até a próxima sexta-feira, ainda pode voltar a ser observada névoa seca por alguns momentos sobre o Sul do País.

    Leia tudo sobre: vulcãoPuyehue

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG