Número de voluntários cai em Santa Catarina

SANTA CATARINA - Após quase um mês das chuvas que causaram destruição em Santa Catarina, a Defesa Civil ainda contabiliza mais de 33 mil desalojados e desabrigados. Com os depósitos cheios, agora a dificuldade é distribuir todos os donativos que chegam todos os dias. O número de voluntários caiu de 6 mil para menos de 2 mil em todo o Estado.

Redação |

Segundo a presidente do Instituto Voluntários em Ação, Fernanda Bornhausen Sá, que organiza as ações no Estado, desde o início das enchentes já trabalharam como voluntárias cerca de 12 mil pessoas. Hoje, segundo ela, a quantidade menor de dificulta o encaminhamento das doações no Estado.  

Mesmo assim, de acordo com Fernanda, a ajuda ainda chega de várias partes do Brasil. "Muitos voluntários estão vindo para ajudar a partir do dia 19, sendo que eles também estão se programando para auxiliar no Natal das famílias ainda desabrigadas. São maravilhosos exemplos de solidariedade que tem feito toda a diferença em Santa Catarina", afirma.

Para ser um voluntário para apoiar as famílias em Santa Catarina, os interessados devem procurar o Instituto Voluntários em Ação de Santa Catarina pelo site Portal Voluntários Online  ou entrar em contato pelo telefone (48) 32221299.   

Doações

O depósito para arrecadação e distribuição de doações, do Departamento Estadual de Defesa Civil, em São José, é um exemplo de solidariedade das pessoas. Já na última sexta-feira, 12º dia de seu funcionamento, centenas de toneladas de doações lotavam o local.

No depósito, de dez mil metros quadrados, voluntários realizam o trabalho de triagem e carregamento das doações, que diariamente são enviadas aos municípios atingidos pelas chuvas. No local apenas os alimentos, que são enviados paras o depósito da Companhia Nacional de Abastecimento, não são armazenados. 

Devido ao baixo número de voluntários para auxiliar nos trabalhos, a Defesa Civil contratou, através de empresa terceirizada, 40 pessoas que, distribuídas em dois turnos, terão a missão de separar, fazer a triagem e carregar os caminhões que distribuem a ajuda.

Leia mais sobre:

    Leia tudo sobre: santa catarina

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG