Número de municípios que mais desmatam sobe para 43

Subiu para 43 o número de municípios que mais desmatam na Amazônia. A primeira versão da lista de maiores responsáveis por desmatamentos, preparada ano passado, era integrada por 36 cidades.

Agência Estado |

O ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, afirma que o ranking com maior número de integrantes não é sinônimo de aumento de atividade ilegal na região. De acordo com ele, a inclusão de novos municípios é fruto de critérios mais rigorosos usados para preparar a relação. Na nova lista, foram incluídos os municípios de Marabá (PA), Pacajá (PA), Itupiranga (PA), Mucajaí (RR), Feliz Natal (MT), Tailândia (PA) e Amarante do Maranhão (MA). Três municípios devem sair da lista: Alta Floresta (MT), Porto dos Gaúchos (MT) e Nova Maringá (MT). Para isso, será preciso a comprovação da inscrição no Cadastro Ambiental Rural.

No ano passado, a lista foi formulada a partir de um único critério: eram incluídas as cidades que, reunidas, eram responsáveis por 50% do desmatamento na região. Hoje, Minc assinou uma portaria com critérios definidos para que municípios sejam incluídos na lista e outra com os requisitos para que cidades passem a ser consideradas com desmatamento monitorado e sob controle.

Entre os critérios para o município ser excluído da lista estão: o desmatamento em 2008 menor do que 40 quilômetros quadrados, 80% do território com imóveis rurais monitorados por meio do Cadastro Ambiental Rural e uma média de desmatamento em 2007-2008 igual ou inferior a 60% do que havia sido registrado na média de 2004-2006. De acordo com a nova portaria, para ser incluído na lista são observadas as seguintes variáveis: área total de floresta desmatada, área de floresta desmatada nos últimos três anos, aumento da taxa de desmatamento em pelo menos 3 dos últimos cinco anos e desmatamento em 2008 igual ou superior a 200 quilômetros quadrados.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG