Número de cursos de Pedagogia cresce 85% em 5 anos

Além de um aumento no número de cursos ruins revelado pelas recentes avaliações do Ministério da Educação (MEC), a área de Pedagogia se destaca por outro fenômeno: a proliferação. Entre 2002 e 2007, a oferta de cursos subiu 85% - um porcentual acima da média geral (63%).

Agência Estado |

O crescimento também ficou muito acima do registrado no mesmo período por cursos que tem custos maiores, como Medicina (47%). Em cinco anos, os cursos de Pedagogia no Brasil passaram de 1.237 para 2.295. No mesmo intervalo, a quantidade total de cursos no País saltou de 14.399 para 23.488.

Mas a proliferação na área de Pedagogia está longe de ser uma boa notícia. "Pedagogia é um curso barato, fácil de ser montado. Daí o crescimento registrado nos últimos anos", avalia Nélio Bizzo, professor da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (USP). Os dados do Exame Nacional de Desempenho do Estudante (Enade) divulgados nesta semana revelam o crescimento de cursos de Pedagogia ruins na comparação com a avaliação anterior, de 2005. Há quatro anos, 172 cursos receberam as notas mais baixas (conceitos 1 e 2) - o correspondente a 28,8% do total. Dessa vez, 292 tiveram a mesma avaliação (30,1%).

Com 71 mil alunos matriculados, os cursos ruins formam 1 a cada 4 futuros professores. A má formação dos docentes é apontada por especialistas como uma das causas da baixa qualidade do ensino, principalmente público, no País. "É um número alto, mas que não surpreende. Esse é o resultado de um processo que vem de anos", diz Bizzo. O curso de Pedagogia forma professores, coordenadores e diretores para as escolas brasileiras e possui atualmente 284 mil alunos - trata-se da terceira maior graduação com o maior número de estudantes do País. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG