Novo talão de Zona Azul de SP terá recurso antifraude

SÃO PAULO - A partir de segunda-feira os 3.700 postos oficiais de venda da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) vão receber os novos talões de Zona Azul.

Agência Estado |

O novo talão terá novas características, entre elas recursos de rastreabilidade, por meio de código de barras, para aumentar a segurança contra furtos e roubos.

O talão também possui outros itens que ajudam no combate às fraudes, como registro coincidente - quando visto contra a luz, as imagens devem coincidir; marca d'água; fita holográfica em alto brilho com a inscrição "CET autêntico"; e impressão com tinta antifraude sensível a abrasão e solúveis a qualquer reagente. O preço continua igual: R$ 1,80 a folha e R$ 18,00 o talão com dez folhas.

O modelo de talão antigo terá validade por um período de 120 dias. Nos 60 dias subsequentes ao lançamento da campanha, a CET dará prosseguimento ao procedimento de troca dos talões em seus pontos oficiais de venda. Ao término dos 120 dias, quando o talão antigo perderá sua validade de uso, os usuários ainda poderão trocá-los na própria CET. Essa medida garante que nenhum usuário perca o direito de utilizar o talão adquirido anteriormente.

Os motoristas podem obter mais informações sobre o novo talão e a tecnologia Zona Azul pelo telefone 156 ou o site www.cetsp.com.br .

Leia mais sobre: Zona Azul

    Leia tudo sobre: cetzona azul

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG