Novo relator da CPI das Ongs quer agilizar os trabalhos

BRASÍLIA ¿ A reunião da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Ongs, remarcada para o fim da tarde desta quarta-feira, anunciou a designação de um novo relator: o senador Inácio Arruda (PCdoB- CE). Arruda ocupará o lugar de Arthur Virgílio (PSDB-AM), que renunciou. A carta do senador tucano entregue à presidência foi lida e justifica que a decisão de entrega do posto surgiu após conversa com líderes.

Camila Campanerut, repórter em Brasília |


O anúncio não precisou de votação dos 11 membros titulares, ficou a cargo somente do presidente da CPI, o senador Heráclito Fortes (DEM ¿ PI). O democrata tomou a decisão depois de negociar com os demais partidos e chegar a um consenso. O acordo para se indicar já tinha sido firmado, mas não estava selado, define Arruda. 

Arruda chegou a ocupar o cargo de relator, mas, logo após a entrada dele na CPI da Petrobras, houve uma discórdia entre oposição e situação, que acabou na indicação de Virgílio para assumir a relatoria.

A sessão que derrubou a reunião da CPI da Petrobras, por ser no mesmo horário, durou apenas cinco minutos e contou com a presença de apenas dois senadores: o presidente e o relator.

Após a posse, o relator pediu o apoio de Fortes para agilizar os trabalhos da Comissão. O enfoque dos parlamentares em outras atividades desacelerou o ritmo de trabalho da CPI. 

Fortes, por sua vez, pediu que, a próxima semana sirva apenas para a análise do material recebido de quebra de sigilo telefônico e fiscal das Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscips) e organizações não governamentais (Ongs) investigadas.  

Os parlamentares acordaram em fazer uma próxima reunião na terça-feira (27) às 14h. O objetivo da CPI é investigar a liberação de verbas públicas e de entidades estrangeiras para Ongs e organizações da sociedade civil de interesse público (Oscips), no período entre 1999 a 2007.

Leia mais sobre: CPI das ONGs

    Leia tudo sobre: cpicpi das ongssenado

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG