Novo reitor assume a PUC-SP com dívida em R$ 300 mi

Com a promessa de não contrair novas dívidas e tentar seguir solucionando o pagamento da atual, hoje no valor de R$ 300 milhões, o professor de Direito Dirceu de Mello tomará posse como novo reitor da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) no fim de semana que vem. Com 45,2% dos votos ponderados, ele encabeçou a lista tríplice enviada ao cardeal d.

Agência Estado |

Odilo Pedro Scherer, grão-chanceler da universidade e presidente da Fundação São Paulo, mantenedora da instituição.

Com seu nome já confirmado, ele assumirá o cargo para o quadriênio 2008-2012, no lugar da reitora Maura Véras. Professor da universidade desde 1969, Dirceu de Mello já havia sido diretor da Faculdade de Direito. Atualmente é diretor do Centro de Ciências Jurídicas, Econômicas e Administrativas e coordenador do curso de pós-graduação stricto sensu na área de Direito Penal.

Ele assumirá a reitoria da PUC-SP, após um período tumultuado, no qual houve renegociação da dívida bancária, interferência da mantenedora na gestão, demissão de cerca de 30% do quadro de professores e funcionários, abertura de novos cursos, além de uma reestruturação administrativa. Nos últimos quatro anos, a instituição passou por uma época de crise, com protestos freqüentes de grupos de alunos, funcionários e professores. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG