LONDRES ¿ Os Contos de Beedle, o Bardo, um conto de fadas da escritora britânica JK Rowling, criadora do bruxinho adolescente Harry Potter, começou a ser vendido hoje no Brasil e no Reino Unido, onde deve figurar na lista de mais vendidos no Natal.

JK Rowling / Getty Images

O livro é um conjunto de contos que aparece mencionado em "Harry Potter e as Relíquias da Morte". Este é o mesmo romance que Dumblemore, o diretor da escola de magia Hogwarts, dá a Hermione Granger, a melhor amiga de Harry Potter.

Milhões de cópias do novo livro de Rowling serão vendidos com o objetivo de arrecadar fundos destinados a uma organização beneficente criada por ela, "Children's High Level Group" (CHLG), dedicada a ajudar crianças em países do Leste Europeu.

Por ocasião desta venda, Rowling participou hoje de uma festa infantil no Parlamento de Edimburgo (Escócia), à qual participaram 200 alunos de dez escolas primárias. Durante o evento, crianças entre 8 e 11 anos tiveram a oportunidade de conhecer a escritora e receber uma cópia de "Os Contos de Beedle, o Bardo", que já foi traduzido para 27 idiomas.

No ano passado, Rowling decidiu editar sete cópias deste texto, ilustradas por ela mesma. Seis foram destinadas às pessoas que ajudaram a criar Harry Potter, enquanto a sétima foi leiloada ¿ com fins beneficentes ¿ pela astronômica soma de 1,95 milhão de libras (US$ 2,94 milhões).

Rowling revelou hoje que tomou a decisão de tornar o livro acessível ao grande público devido à pressão exercida pelos próprios fãs de Harry Potter, que se queixaram de que "só alguém com dois milhões de libras podia se permitir ler o livro" (em referência ao preço pago em leilão).

Cerca de 400 milhões de cópias dos romances de Harry Potter foram vendidas no mundo, o que gerou um grande lucro para editora Bloombury, além de tornar Rowling milionária.

Calcula-se que entre 7,5 e 8 milhões de cópias de "Os Contos de Beedle, o Bardo" serão vendidas no mundo todo e permitirão arrecadar 12 milhões de libras (US$ 18,1 milhões) para a organização de Rowling.

A escritora ajuda crianças que vivem em orfanatos de Romênia, Moldávia, Geórgia, a República Tcheca e Armênia.

Leia mais sobre: JK Rowling , Harry Potter

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.