mudanças bruscas no DF - Brasil - iG" /

Novo governador nega mudanças bruscas no DF

O governador interino do Distrito Federal, Wilson Lima (PR) - terceiro governante que Brasília tem em menos de duas semanas - afirmou, em nota à imprensa, que assumirá o cargo com serenidade, humildade e muita reflexão e promete não fazer mudanças bruscas no governo. O compromisso que posso assumir, ao aceitar tão árdua missão, é com a normalidade democrática.

Agência Estado |

E de não permitir a paralisia do governo, para que as obras e ações sociais sejam levadas até o fim, não piorando ainda mais as coisas para o povo desta cidade", afirma o texto.

Wilson Lima também critica a possibilidade de intervenção no Distrito Federal, como foi pedido pelo Procurador-Geral da República, Roberto Gurgel ao Supremo Tribunal Federal (STF). Segundo Lima, "isso equivale a cassar a soberania do povo brasiliense, soberania conquistada no bojo da redemocratização do país".

Lima assumiu o governo no início desta noite, após o vice-governador Paulo Octávio renunciar ao cargo que ocupava interinamente desde a prisão do governador José Roberto Arruda (ex-DEM), pela Polícia Federal no último dia 11.

Segue a íntegra da nota:

"Assumo interinamente o Governo do Distrito Federal no momento mais delicado de nossa ainda curta história política. Não escolhi estar nessa posição, não a almejei, mas não posso fugir à responsabilidade e ao dever de assumi-la.

A missão que o destino colocou em minhas mãos deve ser enfrentada com serenidade, humildade e muita reflexão. Há um sentimento de desilusão na população. Há quem defenda como solução a ruptura política e a intervenção federal.

Isso equivale a cassar a soberania do povo brasiliense, soberania conquistada no bojo da redemocratização do país.

Sei do peso da responsabilidade que me é transferida neste momento. O compromisso que posso assumir, ao aceitar tão árdua missão, é com a normalidade democrática. E de não permitir a paralisia do governo, para que as obras e ações sociais sejam levadas até o fim, não piorando ainda mais as coisas para o povo desta cidade.

Quero ser apenas e tão somente o instrumento para uma transição democrática entre um governo eleito e outro governo eleito.

Não serei empecilho à volta da normalidade. Não criarei um único obstáculo para a condução democrática de nossa cidade. Não farei mudanças bruscas, e não aceitarei nenhuma ingerência política.

E, Deus me permita, jamais darei um motivo sequer para aumentar a desconfiança que setores da sociedade nutrem não só em relação aos políticos quanto à política de modo geral.

O momento agora, para mim, é de recolhimento e reflexão, antes de assumir de fato e de direito as responsabilidades de governar Brasília.

A todos aqueles que - como eu - amam Brasília, afirmo que farei o que estiver ao alcance de minhas forças para, seja qual for o período em que o Governo do Distrito Federal estiver sob meu comando, honrar cada minuto de minha passagem por este posto.

Que Deus ilumine a todos.

Deputado Wilson Lima".

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG