Novo filme de Eastwood recebe aplausos calorosos em Cannes

Por Mike Collett-White CANNES, França (Reuters) - Um documentário de animação sobre a invasão israelense de 1982 no Líbano e um corajoso retrato da máfia napolitana estão entre os principais concorrentes vistos na primeira metade do festival de Cannes.

Reuters |

Os freqüentadores se dizem satisfeitos com as obras exibidas até agora, mas dizem que não há um claro favorito -- que pode na verdade ter surgido na terça-feira, já que o novo filme de Clint Eastwood foi calorosamente aplaudido na sessão para a imprensa.

A entrevista coletiva foi marcada por uma confusão a respeito desse drama de época estrelado por Angelina Jolie.

Originalmente batizado de 'The Changeling', está sendo chamado pela produção de 'The Exchange'. Ambas as palavras trazem a idéia de 'troca', mas a primeira dá a idéia de troca de crianças.

Mark Cousins, que cobre seu 18O festival de Cannes, cita entre seus favoritos 'Valsa com Bashir', de Ari Folman, uma animação sobre o massacre nos campos de refugiados de Sabra e Shatila (Líbano), realizado por milícias cristãs patrocinadas por Israel.

Da Itália vem 'Gomorra', baseado no best-seller do jornalista Roberto Saviano, que há dois anos vive sob proteção policial devido às denúncias que faz contra a máfia napolitana.

Esses dois filmes políticos podem agradar em cheio ao júri presidido por Sean Penn, que tende a escolher produções mais urgentes. A imparcialidade dele será testada com o filme de Eastwood, com quem Penn trabalhou em 'Sobre Meninos e Lobos', de 2003.

O sombrio 'Três Macacos', do turco Nuri Bilge Ceylan, uma história de segredos familiares, aparece com boa cotação na pesquisa informal entre críticos feita diariamente pela publicação Screen International em Cannes.

A crítica francesa se inclina por uma 'prata da casa', 'Um Conto de Natal', com Mathieu Amalric. Mas os irmãos belgas Jean-Pierre e Luc Dardenne correm por fora em busca de sua terceira Palma de Ouro com 'O Silêncio de Lorna'.

Todos os quatro representantes sul-americanos na competição já foram exibidos. 'Ensaio sobre a Cegueira', de Fernando Meirelles, foi mal recebido pela crítica. 'A Mulher Sem Cabeça', da argentina Lucrecia Martel, chegou a ser vaiado na exibição à imprensa.

Já 'Linha de Passe', de Walter Salles Jr., que se passa na periferia paulistana, teve uma recepção melhor, assim como o drama carcerário 'Leonera,' do argentino Pablo Trapero.

O semidocumentário '24 City', do chinês Jia Zhangke, dividiu as opiniões. O filipino 'Serbis' ('Serviço') recebeu péssimas avaliações.

Fora de competição, centenas de filmes disputam a atenção.

Um dos mais destacados é 'Fome', sobre a greve de fome que matou o militante norte-irlandês Bobby Sands.

Steven Spielberg e Harrison Ford foram a Cannes lançar o novo Indiana Jones, e Woody Allen trouxe uma comédia estrelada por Penélope Cruz e Scarlett Johansson. O pugilista Mike Tyson e o ex-craque Diego Maradona estiveram lá para divulgar documentários protagonizados por ele.

(Reportagem adicional de James Mackenzie e Bob Tourtellotte)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG